Mallu Magalhães – até quando?

Em um fenômeno da empolgação que o brasileiro passa com a internet neste país, Mallu Magalhães virou praticamente case e símbolo do que é a rede: gente amadora produzindo conteúdo para gente amadora que não produz conteúdo.

Só que amadorismo tem limite: na internet é engraçadinho; em disco e na Globo, é constrangedor. E irritante.

Antes de mais nada, é bom entender como se construiu o “fenômeno” (ô palavra mais banalizada, sô…).

É muito comum em festas ou reuniões topar com o chato do violão. É aquele cara que arranha as cordas, mas faz uma pose que é só dele para tocar.  Lendo as cifras na revistinha, claro.  Sabe 2 acordes bem e 1 mal e porcamente, mas acredita ser um músico.

Todo mundo já estudou na escola com um metido a besta. É aquela pessoa que se acha mais profunda que as outras, passa longos momentos de reflexão no pátio durante o intervalo, usa roupas empresatadas da avó, acha que as instituições oprimem seu espírito livre, escrevem poesia rasteira nos cantos dos cadernos, adora fazer cara de conteúdo nas rodinhas de conversa, decora passagens de livros e joga aleatoriamente em conversas…

Pois bem, Mallu Magalhães é a combinação do chato do violão com aquela sua colega de escola metida à besta. Isso sim é um fenômeno: quando Deus a fez, passou camada extra de chatice. E tirou a alça dela, para ficar difícil de carregar.

O disco dela faz a gente pensar em quantas árvores foram derrubadas pra justificar o encarte de algo tão vazio. O pior é que chegou-se ao extremo das músicas do YouTube soarem melhor que no disco megaproduzido! O que não deixa de ser um feito…tá certo que com um material tão vazio, a diferença de falta de qualidade é medida no photochart. Não há salvação.

Mallu não canta, não compõe e não toca. A função dela é criar uma persona que desperta sentimentos nas pessoas que variam entre a pena e o desejo de cuidar. E não precisa mais do que isso para vender disco.

Por falar em pegar para cuidar, não podia passar em branco o namoro dela com Marcelo Camelo, que já deve ter assinado os papéis de adoção essa semana. Eu sempre acreditei que a Convenção de Genebra foi criada para impedir uniões como essa; é uma afronta a todos os sentidos. Imagino o terror que os amigos devem passar convidando o casal para jantar: uma amigo mala sem alça a gente agüenta; dois, ainda por cima um casal, é uma abominação…

Enfim, para quem acha que eu exagero quando falo da moça, vale o registro da entevista dela para a Rolling Stone (definitivamente o point editorial para gente chata e pretenciosa se encontrar, dando entrevista ou escrevendo reportagem). É comovente:

Foi semana passada, só que não consegui fazer algumas. A de química, deixei em branco. Fiz um desenho conceitual, daí tirei zero. A de física, eu nem tentei, só escrevi um poema. Daí eu falei pro professor que não estava conseguindo fazer, que não tive tempo de estudar e estou com dificuldade em lidar com a pressão das provas. Meu sangue está realmente desinteressado. Minha memória é muito seletiva, minha cabeça é voltada para outros pensamentos, e não para conceitos impostos. E estou com dificuldade em lidar com o elemento autoridade.

Enfim, esse é o resumo de Mallu Magalhães: acha que tudo se resolve com frases feitas, poesia de mictório e carinha de cachorro sem dono. Compra quem quer.

Anúncios

33 thoughts on “Mallu Magalhães – até quando?

  1. Caraca.

    Eu estudei em escola construtivista em que esse tipo de comportamento era o padrão. Nem assim estou vacinado para esse tipo de coisa.

    Não sei o que as pessoas veem nessa menina chatinha, nem em suas músicas. Devem representar algo para alguém, assim como outros conjuntos musicais cujo interesse não consigo compreender (Legião Urbana disparado em primeiro lugar).

    O que eu acho mais divertido é ela reclamar dos “conceitos impostos” enquanto ela é exatamente a imposição que interessa para a mídia pseudo-alternativa (leia-se: eMpTyV e quetais).

    E já que o sangue dela está desinteressado, poderia parar de circular. Daí ela parava de cantar.

    • Vc diz ter estudado em escola construtiva e é fã de MTV ?
      rsrsr
      Não que eu tenha interesse no talento desta ” menininha” mas acho que éla vem a ser muito melhor que as porcarias como aquilo que chamam de aché , funk etc.
      Coisa deste tipo que se vê muito em canais como MTV e que provalvelmete vc assiste.

  2. Finalmente alguém conseguiu expressar em palavras o que sinto sobre essa menina.
    Vazia, falsa e manipulada seriam palavras que eu usaria.
    Parece uma boy band de uma pessoa só, feita pela mídia, para conquistar jovens que não querem ser emo ou alguém acredita que aquela menina realmente ouviu Bob Dylan, Neil Young e outros mestres do folk que talvez nem o próprio Dylan conheceu?
    Quando a vi no Altas Horas, fiquei sem graça por ela ser tão verborrágica, usar frases feitas e não conhecer a música mais famosa de Wando. Só que o que me irritou mais foi quando ela me sacou aqueles óculos de vovó gigante e meteu na cara como se fosse a coisa mais cool do mundo. Sendo uma riponguinha de boutique com a Flávia Alessandra com todo seu explendor em sua frente, isso sim é exemplo a ser seguido.
    Quem sabe quando ela crescer mais um pouco deixe se ser assim e nos brinde com alguma coisa louvável.
    Parabéns pelo blog!

  3. impressionante…
    quando achei que fosse ler algo interessante num blog, me dei mal…

    quem é malu magalhães? ele é fenômeno de onde?
    será que esse mesmo movimento que produz essa garota não é o mesmo que traz a existência de um blog desse?

    vi o link para esse blog num site sobre mídia, vi uns comentários que tinham um link para cá e achei que fosse encontrar a discussão filosófica sobre a esquerda no brasil, ou a direita, ou o centro, ou qualquer coisa mais intelectual e profunda e vejo malu magalhães. será a menina parente do acm?

    bem, um lugar ruim pra falar de algo péssimo é a democracia na web…será bom isso..?
    não dou parabéns ao blog…

  4. A menina é a pura falsidade do que encontramos na net. Suas músicas são chatas e sua personalidade é irritante. Ai, não gosto de falar sobre isso, ai, isso eu não sei, ai como sou burra. Poxa ve se cresce menina.

  5. Realmente vocês não veem a nova cabeça da mpb. Uma menina de apenas 16 anos, que praticamente fez seus filmes sozinhas. Que fez dos seus videos, uns dos mais vistos do youtube. E não é qualquer um que consegue isso. Uma menina, que, em vez de pedir festa nos seus 15 anos, preferiu pedir dinheiro para seu disco. Ela pensa de uma maneira diferente de todas as meninas de sua idade, que só pensam em roupas, sair, namorar, sexo. Vocês riem dela pois ela é diferente, e ela ri de vocês, porque são todos iguais.

  6. pras duas mocinhas que postaram ai em cima(a tal de “amiga” e “anonima C”. Que bacana vcs duas postarem de maneira anonima no blog. hahahaha. Será que faltou coragem pra deixar um email/site pra uma boa replica?….corajosas pra caray…

    Rodrix aprovae 😛

  7. ela canta mto bem e vcs naum sabem o q é ser diferente eu curto as musicas dela ela canta mto beem mas vcs nao sabem o q é musica de verdade xatos são vcs q tem a mente pequena . inovar é preciso adoro rock (metal)__angra__sepultura__mas a malu magalhães é fora de comentarios .continue assim pq é a inveja de blogs como esse q faz a fama dela.vcs riem dela pq ela é diferente e ela ri de vcs pq são tds iguais.

  8. Rodrigo de almeida, ou vc tem problemas de audição, ou de inteligência ou é um troll. A Mallu canta mal até o bico rachar…
    Não sabemos o que é música de verdade? Me diga o repertório de músicas que ouve no dia-a-dia, me diga seus compositores e cantores prediletos para que possamos comparar.

  9. Quanto ao que ela fez nas provas, não vejo nada de mais. Principalmente quanto ao problema com as autoridades. Nisso concordo plenamente.
    As músicas são mesmo cansativas, mas não entendo muito. Tem coisa pior por ai, ao menos é original. Realmente ela é chata, mas acho que foste grosso e estúpido.
    Quem sabe não eras desses intelectualóides da escola a que se referes?

  10. Eu tenho pensado muito ultimamente, onde foram parar as boas músicas, as boas bandas e os bons compositores? Eu acho as músicas da Mallu Magalhães uma droga, mas não ligo pra personalidade dela, pois sebemos que muitos dos nossos grandes ídolos também tinham/tem suas excentricidades. Mas o que me irrita mesmo, é não poder mais ouvir uma estação de rádio qualquer, pois só se ouvem essas bandas e cantores de merda de hoje em dia: Mallu Magalhães, Nx Zero, Lady Gaga… e por aí vai.
    Tenho 22 anos, e costumo dizer que nasci na época errada, porque só consigo gostar de bandas e músicas dos anos 90 pra pra trás… Nasci no final dos anos 80, que pra mim, foi uma das melhores décadas musicais da história.
    O pior é você sair na rua e ver a meninada de 10 anos de idade copiando o estilo e idolatrando esses cantores idiotas.
    Parabéns pelo post, ótimo texto!

    • “Tenho 22 anos, e costumo dizer que nasci na época errada, porque só consigo gostar de bandas e músicas dos anos 90 pra pra trás…”, é? Você devia procurar melhor ou tentar ouvir outras coisas – existe muita gente fazendo muita música excelente hoje em dia por aí. Por favor, não envelheça antes da hora! =]

      • As pessoas confundem “gostar de boa música e música antiga” com “ser velho”. Velhice é estado de espírito. Música é arte. Arte não envelhece, nem fica ultrapassada. O nome disso é moda, e não arte, muito menos música. A “música” de hoje não é música, portanto não é arte, e sim moda. Portanto, vai ficar velha… A música da Malu é música porque é de outros. Possui conteúdo porque quem fez, e fez bem, pode ser classificado como “velho”, segundo você falou. Eu realmente prefiro a arte. E não curto a Malu Magalhães. Curto a música, e não a dela, e sim a que ela está usando. Me desculpe, mas tenho que descordar de você e concordar VEEMENTEMENTE com Luisiana Veras.

  11. “Fenômeno” é uma alcunha que a grande mídia deu pra ela; quando ela ainda só tava na internet, ninguém a chamava de “fenômeno”, nem pagava pau. Só foi ela aparecer no Altas Horas que a idiotice de “fenômeno” começou, criando todo esse mito sem fundamento em volta da menininha. Aí, claro, vieram os céticos que, vendo que ela de fenômeno não tem nada, caíram em cima da coitada. Não seria melhor questionar quem a deu esse apelido infame do que criticá-la diretamente?

    Eu não gosto das músicas dela, mas acho legal ela ter gravado música numa idade em que qualquer outra menininha da idade e dos status social dela estaria lendo Atrevida. Com tanta música genuinamente ruim e propositalmente vazia por aí, falar TÃO mal assim da Mallu é perda de tempo.

  12. olha…oq eu acho é q ela canta muito mal….e eu nao sou nenhuma expert….mas meus ouvidos tem um senso critico…..ela canta muuuuuuuuuito mal….tem tanta gente q canta melhor….e nao faz sucesso….realmente nao consigo entender oq ´ouviram´ nessa menina….

  13. Parabéns por ser corajoso,inteligente, e conseguir resumir o que sentimos a respeito desta chatice ambulante chamada malu magalhães, lembrar que a dita cuja entrou na “midia”, por ser namorada do marcelo camelo do los hermanos(a pior banda de rock já formada em território nacional), nem na mtv ela é unanimidade, os desenhos fudêncio e o humoristicos hermes e renatos ja fizeram chacota dela, quando ela foi ao faustão(pago pela gravadora,lógico) ficou visivel o constrangimento do apresentador faustão e a platéia por receber alguém tão chata

  14. O pior é que as letras também são fracas. Vejam a tal “faz” ou a outra “shine yellow”. Shine Yellow? Isso, isso mesmo. As melodias são chatíssimas, pelo menos pra mim. Chega a ser uma tortura ouvir as músicas dessa menina… bom, ou ela é mesmo corajosa de soltar essas porcarias por aí ou ela é mesmo ingênua a ponto de não ter idéia da situação ridícula a que está se expondo…

  15. OXOXOOXOXOXO
    Quando um artista nasce, uns dizem uma coisa, outros dizem outras..
    Cada um tem sua opinião..
    Eu gosto dela, ela tem uma verdade incrivel, não é aquelas pessoas que vivem fazendo cena, mostram uma coisa nas suas musicas que não são verdadeiras, e ela não, ela é akilo ali…
    Quem esse desabafo, não conhece a Mallu definitivamente…
    Ela não tem esperiencia, mas encontre uma menina como ela…

    Bjinhos

  16. tu vive em que tempo? os tempos de hoje se descobre muito talento pela intenet, é o meio mais rapido, e o meio q tem menos custo beneficio. Por isso tanta gente divulga seus materias pela internet. Sim, concordo, tem muito “lixo” por aí, mais concertesa os mais talentosos acabam as veses sem quere ganhando reconhecimento, e assim aparecem na tv.Na minha opinião a mallu magalhães é sim um talento! desculpa qualqué coisa (:

  17. Bom, acredito muito nas diversidades de gostos ‘Gosto não se discute’Eu particularmente gosto muito de ouvir o som da Mallú! Enfim, cada um tem sua opinião e é sempre bom ler as críticas. Parabéns pelo blog.

    Thays Vaz

  18. Nossa chata demais, ela e a Clarice Falcão, duas forçadoras de barra,…muito chato, nada que se faça sem ser natural, querer impor um estilinho que não existe na realidade, só foi criado para se dizer: tenho um estilo, é a maior burrice…não cola porque é chato. É chato. As duas são chatas, músicas chatas, estilo chato, tudo chato…tediosas, com cara de depressivas com algum problema psico social…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s