Bolhakut

Reportagem na Revista da Folha da semana passada informa sobre a nova tendência do mercado imobiliário: combinar moradia, trabalho, shopping e serviços dentro do mesmo espaço e totalmente interligado. Tendência do mercado imobiliário de luxo, claro; eu e você ainda temos que gastar unas platas com a gasolina nossa do dia-a-dia. Mas o que me assusta é o futuro disso.

travolta na bolha

Travolta já mora na bolha desde os anos 70.

Combinar trabalho e moradia não é tão novidade assim, desde que Batman montou seu bat-escritório debaixo da Mansão Wayne nos anos 40. Tampouco é novidade para quem já conhece Alphaville ou Tamboré. Porém, essa novidade vem com um twist: ao passo que essas vizinhanças planejadas ainda exigem deslocamentos, os recentes empreendimentos como o Parque Cidade Jardim concentram tudo na área comum do prédio, bastando uma viagem de elevador.

Estes empreendimentos são mais que construções: são redes sociais live-action. E daquelas bem exclusivas, que nem convite basta, tem que pagar bem pelo serviço. São cento e tantas famílias interagindo entre si por pelo menos 80% do dia, porque ainda não descobriram como fazer os outros 20% entrarem na Bolha.

E à medida que a internet for crescendo e substituindo tudo aquilo que antes nos levava às ruas para fazer, essas interações dentro do condomínio vão virar megainterações, onde casamentos ocorrerão entre moradores (realizados na capela do condomínio) e famílias novas se erguerão dentro d’O Condomínio (coloquei em letras maiúsculas para dar a impressão de entidade ameaçadora – funcionou?).

O mundo cada vez mais vira um Orkut.

Anúncios

One thought on “Bolhakut

  1. É engraçado como o mundo volta ao passado. Esses condomínios sempre me parecem feudos gigantes. Legal é imaginar onde vão morar os filhos dos que moram nesses lugares. Será que há espaço para novas construções ou eles terão de ir para outro cercadinho?

    Não existem dificuldades, existem oportunidades. Por isso creio que uma empresa ganharia muito dinheiro desenvolvendo um suistema de túneis subterrâneos exclusivos para a elite, com saídas para outros condomínios feudais onde os filhos do dinheiro moram, Daslus, Fasanos e o ocasional aeroporto, para fugir daquele desfalquezinho básico na firma ou do imposto de renda. – Rodrigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s