7 Tipos de Concessões do dia-a-dia que eu não renovaria

Todo mundo só fala de Hugo Chavez. Nunca a Venezuela foi tão assunto nesses rincões. “El presidente” não renovou a concessão da RCTV, emissora cujos diretores tiveram participação na tentativa de golpe de estado em 2002. Mas não estou aqui para debater política, nem para discutir as várias interpretações do fato. A questão é que hoje estou em um dia meio Chavez, e decidi não renovar algumas concessões do cotidiano golpista da minha vida. Porque me deu na telha. Lá vão 7.

1. Concessão do McDonalds para fazer salada: eu não como ela mesmo, e além do mais tem gosto de isopor. McDonals só serve se for frito, açucarado ou temperado. A salada não é frita, não é doce e eles chamam aquilo que eles jogam em cima de tempero, mas não é. Out!

2. Concessão dos povos estrangeiros de falar outra língua na minha frente: não tem nada mais irritante do que entrar em uma loja pertencente a um estrangeiro que chegou aqui no Brasil há 50 anos, mas faz questão de não falar a sua língua, especialmente com seu parente que também trabalha na loja. Porra, o que vocês estão falando de mim??? Chega, se quiserem conversar entre vocês na minha frente toda vez que pergunto o preço de algo, vai ter que ser em português!

3. Concessão da Banda Calypso para produzir DVDs: cara, o balaio do Extra tem dezenas, e eles lançam dezenas mais todo mês!!! Será que o repertório é tão extenso (ou qualificado) para merecer tanto lançamento?? Isso porque ainda não vi abominações como “Acústico Calypso” ou “MTV ao Vivo – Banda Calypso”. Ainda. Por falar na emissora…

4. Concessão da Licença de funcionamento da MTV: aí vou ser chavista total. Quem disse que a MTV tem equipe, técnica, competência ou habilidade para viver só de programas? É uma bomba pior que a outra. Só de ter mais de um programa com a Cicarelli, sendo que nenhum deles fala de (ou mostra) sex on the beach (o sexo, não o drinque) já mostra o crime contra o bom gosto que se comete por lá. Alguns dos programas que envolvem interpretação (uso o termo apenas como referência) são pra lá de constrangedores, e envolvem VJs que não tinham carisma nem para ser VJs, quanto mais atores. E tudo isso embalado em um pacote de alta pretensão intelecual e engajada, naquele papel “ONG for dummies” que ela tão bobamente exerce.

5. Concessão da patente do Power Point: chega, temos que nos conscientizar que o Power Point é um mal que deve ser erradicado. Nunca soube de ninguém que tivesse feito algo de útil com ele. As empresas usam para encher lingüiça, colocando gráficos coloridos e psicodélicos para dizer “fodeu!” para os acionistas, enquanto desqualificados pessoa física usam a ferramenta para criar correntes. Antigamente, 300 correntes em formato .txt ocupavam marginalmente 50k do meu inbox. Hoje, com aquelas porcarias de “Jesus te ama”, “o que as mulheres pensam dos homens”, “Bonsai Kitten” e por aí vai, 2 mensagens já tomam 10 minutos do meu download de e-mails. Então vamos cortar o mal pela raiz: xô Power Point!

6. Concessão de procriação para políticos: entrou no congresso, no senado ou no Planalto, é vasectomia ou ligação de trompas compulsória. Dessa forma, nenhuma empreiteira vai poder pagar pensão com dinheiro de ponte caída, e evita-se abominações do tipo “ACM Neto”. Essa gente já se procriou demais, formal e informalmente, e tá na hora de dar um basta.

7. Concessão das modificações em carros: neon embaixo do carro, farol holofote, som bazuca (ô nome mais apropriado). O carro parece um boi de cigano, tamanha a quantidade de cacarecos. E ainda por cima enchem o saco. Já ficou na frente de um carro com aqueles faróis extraluminosos? E do lado de um cara ouvindo trance no volume 100 do som do carro? É como se ele falasse: “ei, moro de aluguel, mas gastei 20 prestações de uma casa para montar essa maravilha. Não sou o fodão?”. Se não tem cabeça para gastar, que se acabe com essa putaria.

Anúncios

11 thoughts on “7 Tipos de Concessões do dia-a-dia que eu não renovaria

  1. HUAHUAHUAUA, excelente!!!!
    Eu só tiraria o último item da lista, tem umas modificações legais nos carros. O resto tô completamente de acordo!!
    Ah, e colocaria tb a proibição de lenço de papel “sabor” menta. Invenção estúpida essa! Eu já tô com alergia, pego um lenço e a bagaça vem com mais cheiro forte bem nao meu nariz?? Quase morri por usar um desses sem reparar que era lenço mentol!

  2. Powerpoint logico que é util
    qnd eu me formei era norma ter que apresentar
    sua monografia de pós-doutorado (que eu saiba medicina foi assim) nele constando alguns topicos a serem apresentados.
    Outra quem disse que só quem tuna carro é pobre? Tu precisa dar uma olhada na minha garagem, melhor assite a Pimp My Ride na MTV que discordando mais uma vez tem algunas programas que servem como as series americanas.
    Não responda a isso eu já sei toda a sua resposta

  3. Ferris,

    Precisa ser pobre para viver de aluguel? Do jeito que o Brasil é, tem classe média sofrendo para pagar o 1 dormitório no centro…

    Outra: não disse que o cara é pobre. Disse que o cara tem prioridades invertidas. Amigos meus tunam o carro e não tem grana pra sair de fim de semana. Eles sabem quem são.

    Era essa a resposta que você esperava? Se for, me dá os números da sena agora. 😀

  4. E gente, vocês não estão levando muito a sério o que eu escrevo não? Claro que o Powerpoint é útil, utilíssimo até; trabalho com ele o dia inteiro. Mas tem aqueles dias que eu recebo tanto spam feito com ele q desejo por uns instantes que ele não existisse.

    Relaxem, o blog não é jornalístico. Pode chamar de sem graça, mas levar a sério nunca…

  5. Pingback: Top Posts « WordPress.com

  6. 1. já comi uma vez a salada do Mc e gostei… ao menos tem “molho”… quem gosta (de salada), até com sal, azeite e limão(há quem goste de vinagre) fica bom 😀
    2. Acho que eles pensam que isso traz moral “veja, sou estrangeiro, sou fodão!”
    3. UP!
    4. UP!
    5. Acho que todos sentimos esse dilema de “amor e ódio” com o powerpoint.
    6. UP²!
    7. há o nocessário, o “estiloso” e o exagerado… mas não vai ser eu quem vai dizer o que é o que pra ninguém 😛

  7. Hahaha, é impressionante como um simples texto, que satirizam hábitos e mostram com muita perspcácia alguns temas irritantes como: O ócio aplicado a ferramentas de informática, o modismo tupiniquim (todos importados) e sem a menor inovação, sem falar dos “fast fudidos” da vida que são bem piores e mais sujos que os “pasteuzins do Ching Ling” aqui da esquina e o mais polêmico, os “babaca-móveis”, esse dispensam mais comentários porque felizmente não existe analógia entre inteligência e “manômetros com neon, lâmpadas Xeon,Caixas dutadas, etc…”. Bom… pelos menos esses ítens podem ser comprados. Brincando ou não o autor chegou fundo no íntimo de gente que se encaixa em pelo menos em um ou todos os ítens listados, a ponto de se sentirem tão ofendidos e poder atacar o pobre “gordo-sedentário-péganinguem” autor, haha, foi demais, o texto é (11-1). -Vou entrar na briga também, porque não? – Fiquei ofendido pelo autor porque sou muito magro, a ponto de ter uma ereção e o meu pênis fazer o meu corpo se inclinar a frente até me derrubar… Mas, felizmente a natureza foi generosa comigo. Me deu um membro bem avantajado e um ótimo cérebro “- Já pensou se eu nascesse com uma dessas doenças em que o bebê não tem cerébro? E pior, sobrevivesse pra viver enfeitando o meu carro enchendo-o de alto-falantes ou me tornar um expert em produções (*.PTT)? Uffa… Mas como a mulherada, gosta mesmo é de “piu-piu” e “din-din”, não nesta ordem é claro! Tenho me saído muito bem, mesmo com o meu “kenwood de cem merrés mermo”.Espero que autor não deixe exercitar o seu cérebro, porque quero parar aqui mais vezes pra ver esses “comédias” se matando.

  8. Xiiiiii… O texto é 11 mesmo, eu que li e depois escrevi muito rápido e acabei escrevendo m…,o cara te deu as 2 opções (gordinho ou magrelo).Também! Fiquei tentando lembrar o que eles colocam nos carros e acabei perdendo os miolos… Mas como dizia o autor de um blog bacana que eu ví por aí… “Relaxem, o comentário não é jornalístico. Pode chamar de sem graça, mas levar a sério nunca…”,se é verdade, então você não deve ter se chateado. Ganhou mais um fã, parabéns e muita saúde e vida longa pra ti.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s